terça-feira, 21 de dezembro de 2010


Eterno Inverno

Em um sonho gelado,
Tão profundo quanto minha dor,
Queria ter acordado,
Antes de ser cortada pelo amor.

Vozes mentirosas,
Sussurram em minha perfeita ilusão,
Memórias sendo corrompidas em um turbilhão,
Secam todas as rosas.

Temperatura despencando,
Lágrimas congelando,
Lábios que tentam algo dizer,
Um corpo frio que não para de tremer.

Um inverno estagnado,
O calor de mim arrancou
De coração mutilado,
Morrendo estou.


Eu gosto muito de escrever sobre estações ^-^
Amo a primavera, vou ver se o próximo poema faço sobre ela. 

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

domingo, 19 de dezembro de 2010


Tempo distorcido

No futuro eu busco o passado,
Quero condenar esse presente,
Não admito que esta tudo acabado,
Nada nessa loucura é coerente.

Falas encenadas,
Falsas palavras,
Vejo essa sarcástica história,
Brincando com minha memória.





Bem, criei esse em meio a uma crise (4ever *-* ) na qual eu anseio que o passado volte.
Escrito às 4 da manhã x.x


Ilusão de Vidro


Olhos de vidro brilhantes eu carrego,
Hiperativos em busca de ver o além,
Aquela alegria palpitante eu nego,
Até seu coração aceitar que eu sou alguém.

Mergulhada nesse corpo emprestado,
Encolhida nesse pesadelo congelado,
Nem aqui sequer essa dor se dispersa,
Eu sonhei com a ilusão daquela promessa.

Infeliz corpo que deve suportar meus lamentos,
Atingido por minha loucura,
Eu danço com esses ventos,
Meus passos demonstram amargura.

Eu não sou ela, ela não é eu,
Afastadas por um vidro severo,
Seu íntimo se torna meu,
Desejava tornar-me ela, começando do zero.

 

Primavera de Folhas Secas

Pétalas ausentes de vida,
Uma lembrança distorcida,
De quando ainda vívidas eram,
Uma primavera de folhas secas trouxeram.

A um leve tocar desmancham-se rosas,
Como flores opacas podem ser vistosas?
Tingindo de sangue as pétalas mortas,
Estou me cortando em clareiras tortas.

Desse infortúnio apenas sobraram espinhos,
Além de secas folhas pelos ventos,
Giram melancolicamente os moinhos,
Infeccionam em minhas feridas os tormentos.

Melancolia dos ponteiros

Tempo, Ponteiros em sincronia,
Horas passam por meu olhar numa utopia,
Uma palavra para a valsa parar,
Não suporto mais ver esse relógio dançar.

Horas em segundos se tornam,
As estrelas choram?
Não importa, tonta estou,
Em um suspiro de melancolia percebo que o tempo parou.

últimos ecos de meu coração,
Choro por medo,
Será cedo?
Mas congelou-se a canção,

Posso os ponteiros soprar?
Antes que a angustia me consuma,
Nego-me a perder nem que seja uma pluma.
Relógio, suplique pelo tempo, volte a funcionar!

Livro Mofado 

Gotas embaçadas escorrem por essa face,
Elas não me cegariam se você me amasse,
Mergulhei no mesmo livro sem fim,
Sabendo que você não vê o que há em mim.

A menina ligada à minha alma,
Esta presa em minha palma,
Carregando parte de minha agonia,
Sozinha essa história eu não escrevia.

Suspiros e gritos de dor,
Querendo essa página arranhar,
Borrar a tinta do falso escritor,
Não há como parar de chorar.

Ela sempre suporta minha melancolia,
A repetida história mofando na livraria,
Da boba apaixonada,
Que por ele não é amada.

Esses dias eu fiz o "Livro Mofado", espero que tenham gostado. 
 


Olá pessoal o/
Err... fiz esse blog para postar meus poemas, pensamentos e emisses *-*
Ultimamente ando acumulando um grande número de poemas no computador, e vários amigos meus estão me enchendo para mim criar um blog...pronto, estão satisfeitos? x.x

Bem... um pouco sobre mim agora como se fosse importante. Meu nome verdadeiro é Gabrielle, tenho 16 anos, e consegui chegar ao 3° ano x.x  . Eu sou MUITO chata dependendo da pessoa, sério, não sei como minhas amigas me aguentam, sou calma e bem sentimental. Me preocupo muito se estou agradando ou não e sou um tanto dramática. As vezes me da uma sobrecarga de açucar, e fico pior que criancinha do pré *-*
Bem, apesar disso eu me preocupo muito com meus amigos, gosto muito de rir, escrever poemas, desenhar, jogar vários tipos de games e odeio frescurinhas femininas *-*
Sou otaku e um tanto gótica, já vi um monte de animes, fiz cosplay e etc x.x
Minha vida amorosa é um lixo, nunca vi pessoa mais azarada que eu para o amor, mas a gente acaba acostumando =D
Sou um tanto viciada em astrologia, misticismo e coisas do tipo. Meu signo é Libra.
Um dos objetivos da minha vida é ser mais otimista da pra perceber, né? D: 
Eu não gosto de padrões e modinhas, gosto de ver originalidade nas pessoas. Não é à toa que minha personagem favorita de todas as histórias é a Luna Lovegood *-*
Bem, por enquanto é isso, Kisses ;D.